Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Mercados e tendências

Maquiagem, cuidados da pele, Japão e Ásia do Sul são os motores do crescimento do setor de beleza em 2018

Em 2017, o mercado global de cosméticos cresceu 5% em valor, tendo como pano de fundo um cenário econômico, político e social pouco favorável, explica a Euromonitor em um post recentemente publicado em seu blog. Diante desse panorama positivo para a indústria de beleza, a agência de estudos de mercado listou alguns dos principais fatores que poderão continuar a estimular as vendas em 2018.

Segundo a Euromonitor International, uma das principais lições que a evolução do mercado global em 2017 nos ensina é o dinamismo do segmento premium, cujo crescimento, pelo terceiro ano consecutivo, superou em muito o mercado de massa e, verdade seja dita, toda a indústria de beleza. As vendas de cuidados da pele e produtos de maquiagem são as que apresentam maior potencial de lucro: em 2017, registraram 7% e 9% de crescimento, respectivamente.

China, carro-chefe das vendas de maquiagem premium

"Puxado pela crescente busca de prestígio nas redes sociais, pelo desejo de afirmação pessoal e pelas possibilidades de retrabalhar o visual graças a ferramentas digitais, os produtos de maquiagem registraram resultados muito superiores aos de todas as outras categorias no plano mundial", explica a Euromonitor. Efetivamente, em 2017, as vendas de maquiagem cresceram 7% no mundo – o mais alto nível já observado ao longo da última década. A previsão é que essa tendência se mantenha, com uma importância cada vez maior dos recursos digitais e o lançamento de inovações em ritmo mais acelerado.

Segundo a Euromonitor, a China será um dos principais focos de crescimento para o mercado de maquiagem premium. No ano passado, o segmento cresceu 50% no país, graças principalmente à venda de batons. Embora o gasto per capita na China ainda seja muito inferior à média mundial, até 2022 o país deverá arrebatar a posição atualmente ocupada pelo Japão como segundo maior mercado mundial na categoria maquiagem, atrás apenas dos Estados Unidos.

Cuidados da pele ganham novo fôlego

Depois de apresentar resultados relativamente medíocres durante vários anos, as vendas de cuidados faciais voltaram a subir em 2017, registrando crescimento de 6% em valor – o mais alto desde os anos anteriores à recessão. A expansão dessa categoria de produto vem sendo estimulada pela maior atenção dada à prevenção e à saúde da pele, assim como por uma visão mais direcionada para o bem-estar, resultando em um crescimento de 10% das vendas mundiais. Essa tendência vem também estimulando a inovação na busca de fórmulas mais sustentáveis e de produtos destinados a proteger o microbioma ou a preservar a pele contra a poluição atmosférica ou digital.

Japão suplanta a Coreia

No ano passado, as vendas de produtos de beleza na Coreia do Sul cresceram modestos 0,9% em valor. Em compensação, o Japão registrou um aumento do consumo interno, como resultado de um maior fluxo de turistas chineses, da restrição de viagens à Coreia imposta pelo governo chinês e, de certa forma, da expectativa gerada com os preparativos para as Olimpíadas de 2020 em Tóquio.

O salto de popularidade das marcas japonesas deve-se sobretudo à credibilidade conquistada ao longo de anos por marcas como Shiro, Decorté, Three Cosmetics, Tatcha e DHC, cujo renome se estende muito além do mercado nacional.

Índia e Indonésia

"Com um acentuado ritmo de crescimento anual, a Índia e a Indonésia figuram entre os dez mercados que mais deverão contribuir para o desenvolvimento das vendas até 2022", escreve Irina Barbalova, Global Lead do setor Beauty and Personal Care da Euromonitor International. A Índia provavelmente conseguirá ultrapassar a Alemanha, o Reino Unido e a França, conquistando, até 2022, a posição de quinto maior mercado mundial de produtos de beleza. Já a Indonésia deverá estar entre os três países que mais contribuem para as vendas de cuidados da pele, atrás dos Estados Unidos e da China.

O crescimento de marcas locais, como Himalaya, Patanjali e Emami, da Índia, e Wardah, da Indonésia, reforçará o potencial global de conceitos tradicionais originários dessas regiões, como os princípios de Ayurveda, o uso de ingredientes vegetais à base de plantas locais e a formulação de produtos de beleza Halal.

V.G.
(Tradução: Maria Marques)

© 2018 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Thermolat: novo ingrediente da Symrise tem ação aquecedora

Thermolat: novo ingrediente da Symrise tem ação aquecedora

O novo princípio ativo sensorial da Symrise proporciona uma suave sensação de calor sobre a pele, semelhante à de um raio de sol. Com o nome de Thermolat, ele foi desenvolvido para entrar na composição de cremes, géis e bálsamos e produz efeitos duradouros, com a vantagem de não provocar sensação de ardência ou queimação. "Comparado com o (...)

+ informações
Palavra de especialista
Gesturecare. Molde a sua beleza natural.

Lipotec - Lubrizol
Gesturecare. Molde a sua beleza natural.

Atualmente, os exercícios faciais vêm sendo incorporados pelas academias e personal trainers, e muitas celebridades vêm defendendo a atividade. Aqueles que já a praticaram garantem resultado em poucos dias: maior brilho e uma aparência mais saudável e a longo prazo, os resultados podem ser incríveis. Há um forte interesse nessa crescente (...)

+ informações

Seções