Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Ambiente

Os consumidores esperam mais das empresas em relação à biodiversidade

Os resultados da 8ª edição do Barômetro Biodiversidade da UEBT revelam que o entendimento sobre biodiversidade vem aumentando globalmente, de forma significativa. Consumidores estão dispostos a contribuir com a proteção da biodiversidade, mas precisam de informação e de marcas renomadas que orientem a sua escolha.

(Clique na imagem para ampliar)

(Clique na imagem para ampliar)

Mais e mais pessoas estão conscientes sobre a biodiversidade. Se informações confiáveis e marcas de respeito estão disponíveis, os consumidores estão dispostos a comprar produtos ‘amigos da biodiversidade’ contribuindo para com a conservação e o uso sustentável da biodiversidade. Isto é o que nos aponta a última versão do Barômetro de Biodiversidade, uma pesquisa realizada anualmente pela União para BioComércio Ético (UEBT), que trata sobre a consciência do consumidor e das empresas líderes do mercado de cosméticos, alimentos e bebidas em relação à biodiversidade, ao redor do mundo. [1]

Falta de confiança

A pesquisa da UEBT mostra que os consumidores gostariam de contribuir para a conservação da biodiversidade, mas a maioria ainda não sabe como fazê-lo. Eles esperam que as empresas respeitem as pessoas e a biodiversidade, mas atualmente estão longe de confiar que as medidas necessárias estão sendo tomadas. Os consumidores querem receber mais informações e poderiam ser convencidos pela reputação de uma marca, bem como por autênticas histórias verificadas externamente.

"Nós vemos uma responsabilidade clara e uma oportunidade para as empresas. As cadeias de abastecimento de ingredientes naturais podem se tornar agentes positivos de transformação, promovendo ações que restauram a biodiversidade e promovem o desenvolvimento local. Isto implica um desafio significativo, é claro, uma vez que requer uma mudança de paradigma e um verdadeiro compromisso com o abastecimento ético, mas isso pode ser feito. Algumas empresas, incluindo os membros da UEBT, já assumiram o desafio e estão liderando neste sentido", diz Rik Kutsch Lojenga, Diretor Executivo da UEBT.

Exemplos inspiradores

De acordo com a UEBT, o setor de cosméticos oferece alguns exemplos inspiradores de como as empresas podem colocar as suas cadeias de abastecimento à serviço das pessoas e da biodiversidade e a pesquisa da UEBT mostra que os consumidores começam a reconhecer estas ações. Por exemplo, a Natura Cosméticos, uma multinacional brasileira que é amplamente reconhecida pelo seu compromisso com a sustentabilidade e que foi pioneira por muitos anos no abastecimento com respeito da biodiversidade. A Natura faz uso sustentável da biodiversidade da Amazônia e contribui ativamente para o desenvolvimento local, algo que é verificado de forma independente pela UEBT.

A empresa de cosméticos naturais Weleda é outro bom exemplo. Recentemente, a Weleda foi premiada com o ‘Swiss Ethics Award’ pelo seu envolvimento com a UEBT e pelo seu compromisso em promover práticas de abastecimento ético ao longo de suas cadeias de abastecimento de ingredientes naturais.

Empresas fora do escopo da UEBT, também estão agindo. Por exemplo, The Body Shop, que também é mencionada pelos consumidores na pesquisa da UEBT. A empresa lançou recentemente um novo compromisso global de CSR, ‘Enrich Not Exploit’, com a promessa de enriquecer o planeta, sua biodiversidade e seus recursos.

Observações

[1Lançado em 2009, o Barômetro da Biodiversidade traz nesta edição os resultados de oito anos de pesquisa sobre a sensibilização dos consumidores para o tema, cerca de 54.000 pessoas foram pesquisas em 16 países. Mais informações podem ser encontradas aqui.

Portfólio

© 2016 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
Alternativas ecológicas para microesferas de plásticos

Lipotec
Alternativas ecológicas para microesferas de plásticos

A sustentabilidade tornou-se uma grande preocupação nos tempos atuais. Os consumidores têm buscado produtos com ingredientes que não agridem o meio ambiente, visando diminuir os impactos causados. Na indústria de produtos voltados para cuidados com a pele, as microesferas de plástico, utilizadas ao longo da história em esfoliantes para a (...)

+ informações

Seções