Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Radar

Sustentado pela "automedicação", mercado mundial de acne deve crescer em quase 50% até 2025

Amparado por uma "explosão" da automedicação, o mercado mundial de acne deve acumular taxa de crescimento substancial até 2025, de acordo com aa Persistence Market Research (PMR). O montante movimentado passaria, segundo a projeção, de US$ 4,9 bilhões em 2016 para US$ 7,3 bilhões em 2025 - um aumento de 48,98%.

"Devido à mudança de dados demográficos e hábitos sociais, a idade média de início da acne reduziu de 14 a 15 anos para 11 a 12 anos. Aliado a isso, houve um aumento da frequência do uso de produtos por conta própria. Esses são os dois principais fatores que justificam o aumento", explica o Dr. Jardis Volpe, dermatologista de São Paulo, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. "A automedicação pode retroalimentar esse mercado, uma vez que ela pode trazer riscos e a acne voltar pior", acrescenta o médico.

A acne é uma doença inflamatória de pele que tem causa multifatorial e, se um dermatologista não for consultado, o corpo pode não responder tão bem ao tratamento. Na verdade, pode haver até mesmo um processo de piora: o chamado efeito rebote. "Existem alguns produtos que secam demais a pele, dando a impressão do controle da oleosidade, porém o sistema biológico desenvolve mais óleo para dar o equilíbrio necessário", explica Márcio Accordi, biólogo especialista em cosmetologia e diretor da Biozenthi Laboratórios Cosméticos.

A dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, lembra que produtos mais abrasivos, mais alcalinos e com mais esfoliação acabam mudando muito o pH da pele.

O excesso de limpeza, às vezes com reaplicação do produto várias vezes ao dia, também colabora para esse fenômeno, explica o consultor e pesquisador em Cosmetologia Lucas Portilho, farmacêutico e diretor científico da Consulfarma. "O ácido salicílico, um agente multifuncional, muito utilizado em pacientes com acne, por exemplo, atua sobre praticamente todas as alterações presentes na acne, por isso é bastante utilizado em produtos de limpeza e de tratamento. Mas quando utilizado de maneira exagerada, pode levar à redução excessiva da oleosidade da pele, com ressecamento intenso e posterior estímulo à produção compensatória de mais oleosidade", acrescenta.

A escolha errada de produtos e o uso sem a devida orientação, segundo Dr. Jardis, podem desencadear um quatro de acne severa, que exige tratamento via oral com isotretinoína - medicamento eficaz contra espinhas e oleosidade, mas cheio de efeitos adversos.

O primeiro passo para tratar acne é procurar ajuda de um dermatologista. Segundo Lucas Portilho, para que não ocorra o efeito rebote, não é necessário evitar substâncias cosméticas. "Na verdade, estas devem ser utilizadas de maneira correta, para que sua eficácia seja atingida, levando aos resultados desejados", conta.

A dermatologista Dra. Claudia Marçal também orienta que seja feita, sim, a limpeza e higienização da pele, mas com orientação e parcimônia, não ultrapassando o uso de três vezes ao dia. "A hidratação posterior deve ser feita na forma de séruns com produtos de toque seco, com protetores adequados ao clima e à pele, o que também é importante para fazer com que não haja o efeito rebote", comenta.

Para produtos de tratamento, a dermatologista Dra. Thais Pepe sugere a combinação dos medicamentos tópicos: peróxido de benzoíla e adapaleno. "O primeiro é um agente oxidante com ação bactericida e que ajuda a dissolver o excesso de queratina da pele; já o adapaleno é derivado da Vitamina A, funciona como anti-inflamatório e impede a obstrução dos poros", explica a médica de São Paulo.

No caso do controle da oleosidade, Lucas afirma que existem ativos que não têm ação específica nas glândulas sebáceas, mas controlam a oleosidade por até 6 horas. É o caso das sílicas e amidos modificados que conseguem absorver o sebo liberado na superfície da pele, proporcionando efeito "matte", ou seja, sem brilho.

Produtos mais naturais e sem sulfatos, de acordo com Márcio Accordi, ajudam a tratar a acne de maneira efetiva sem as dores de cabeça do efeito rebote. "As argilas são boas opções", finaliza.

© 2017 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Centdegrés desenha o novo eau de parfum masculino de Eudora, Impression

Centdegrés desenha o novo eau de parfum masculino de Eudora, Impression

O recém lançado eau de parfum masculino de Eudora, Impression, fala de um homem sofisticado, que soube criar e aproveitar as oportunidades que a vida lhe deu para evoluir. Com notas amadeiradas e ambaradas, a fragrância é baseada em cistus labdanum, musk e patchouli. A Centdegrés foi escolhida para representar através do design do (...)

+ informações
Palavra de especialista
Alimente sua pele com uma colorida rotina de beleza

Lipotec
Alimente sua pele com uma colorida rotina de beleza

Atualmente, cada vez mais consumidores de todas as idades estão preocupados com o meio ambiente e com o impacto humano que eles deixam na Terra. Uma vida saudável em harmonia com o planeta tornou-se um objetivo essencial atualmente. As pessoas tornaram-se mais cautelosas e conscientes de seus padrões de consumo - dos alimentos que (...)

+ informações

Seções